Designer Items

maio

27

2013

Eu penso que deva ser terrível para um estilista ter o seu trabalho tão descaradamente copiado e reproduzido sem crédito algum, isso sem mencionar, os royalties. Mas, por outro lado, eles dizem que a imitação é a forma mais sincera de elogio, então…

E também há outro aspecto das fast-fashion: os clientes estão plenamente conscientes do que estão comprando: uma imitação de roupa de passarela. Eles só querem ter o poder  de buscá-lo na arara mais próxima, experimentá-lo, ver se gostam e, em seguida, usá-lo como se não houvesse o amanhã.
Eles não pensam se é desta ou daquela temporada, se é cópia do estilista X ou Y. Porque, assim como o nome sugere, eles são compradores rápidos de moda rápida (fast-fashion) que por sua vez, também desgasta-se rapidamente. Não há o que “pensar” sobre o assunto. Não dá tempo. É tudo muito rápido.

Agora, num outro ângulo, como nós, consumidores finais nos sentimos em relação as traduções de passarela para as fast fashion?
Vejam os exemplos acima: Um vestido “telado” de malha da H&M de 40 dólares replicando um Céline e uma t-shirt Kenzo que claramente também foi fonte de “inspiração” para a gigante Suéca.

Mas e ai? Seria esse o fim da “haute couture”? Aonde foi parar a inovação da moda?

O que vocês pensam a respeito? Acham válido ter uma peça que foi descaradamente copiada só que sem os vários zeros a mais na etiqueta?

bjs

Elis

 

janeiro

22

2013

Oi meninas! Vocês também são daquelas que carregam a casa dentro da bolsa? Ou somente agenda, carteira, chaves, celular, óculos de sol, balas e chicletes diet, nécessaire, livro etc?

Digo isso, porque carrego muita coisa dentro da minha, fora a briefcase (pasta de mão). Não sei se é hábito ou eventual necessidade. Convenhamos, levamos tudo que achamos que podemos precisar, mas raramente precisamos.

Parece que os estilistas também acham que carregamos muita coisa em nossas bolsas e reabasteceram o mercado com as mini bolsas.
Fofas e femininas, em modelos para todos os gostos e bolsos, elas vão conosco desde o casual day até eventos especiais:

Inclusive a Louis Vuitton surpreendeu com seus modelos mais famosos no tamanho da vez: as it bags Alma e Monceau, inclusive.

As mini bags prometem ser um dos itens mais fashion e uma das grandes tendências do ano! Elas são super elegantes e podem ser facilmente carregados nos braços, no pulso ou nos ombros.


Emma Watson e Kate Bosworth usaram a Mulberry Mini Lily, no festival Coachella. Pois é, como vocês podem ver, parece que a pequenina é democrática ao compor um look.

Olhem que fofa esta também:

Modelo da Accessorize-Pequena no $ e no tamanho.

E agora vamos ao sonho de consumo!!!

Chanel Velvet Boy Bag

E aí, vocês trocariam a bolsa de “cada dia” de vocês por uma mini só por estar “na moda”?

Beijos,

Adriana

Imagens: Reprodução.

agosto

20

2012

Depois do excelente desempenho nas Olímpiadas de Londres, Michael Phelps corre o risco de perder suas medalhas por causa da divulgação de fotos de uma campanha publicitária realizada para a Louis Vuitton, marca francesa de bolsas e sapatos.

É que o COI, Comitê Olímpico Internacional, proíbe a participação de atletas em campanhas publicitárias não relacionadas com os jogos olímpicos durante o período das competições.

A Louis Vuitton alega que as fotos foram roubadas e divulgadas sem o seu consentimento.  Se o roubo for realmente comprovado, Phelps não será punido. Caso contrário poderá até mesmo perder as medalhas conquistadas em Londres….

Espero que o COI dê um desconto, afinal a campanha ficou sensacional neahm meninas? Bjokas, Bela

Imagem: Reprodução

março

5

2012

speedyluvOntem no flickr, dei uma dica sobre base shapers para Speedy para ajudar a Cony e pra minha surpresa muitas meninas não sabiam o que era e me enviaram emails perguntando.

Então resolvi fazer este post para ajudar quem não quer ver sua adorada speedy toda caída como a de Jessica Simpson:

jessicaspeedyHoje pesquisando pra fazer este post me deparei com alguns artigos explicando que o produto realmente funciona.

Eu nunca comprei essa, ou nenhuma outra base shaper, até porque não tenho uma speedy (ainda) mas achei super interessante!

Olhem só as fotos de antes e depois:

speedybaseBem mais bonita com a base, vocês não acham?

Você pode encontrar este must have – pra você que é dona de uma Speedy – aqui por 20 doletas e também com no ebay, por até 14 USD.
Há alguns vendedores que também oferecem bases pra Neverfull, Montorgueil, Saleya e Keepall.

*Repostagem*

Imagens: hkisthlm e speedyshaper

agosto

22

2011

louis-vuitton-aquarelle-bagPensei muito antes de escrever esse post, pois mostrar coisas que temos, ainda mais coisas caras, sempre gera polêmica. Mas, acredito que a maioria de nós apesar de se preocupar com os problemas do mundo, precisa relaxar de vez em quando e por isso os blogs de makes, moda e afins estão bombando.

Por isso, decidi falar de mais um dos vícios fúteis que tenho: Bolsas Louis Vuitton.

Uma das minhas principais distrações nas horas de ócio é entrar no site da LV e olhar as novidades. Fico olhando bolsa por bolsa, dando zoom nos detalhes e marcando minhas preferidas. Apesar de a maioria ser muito cara para meu bolsinho, não importa. O preço é apenas um detalhe na minha “brincadeira”. Imaginem minha felicidade, quando ano passado abriu uma loja da marca aqui em Brasília! Foi um marco! Sempre passo por lá para conferir as novidades e namorar os amores antigos.

Para ser feliz com um vício desses, é importante saber que não será possível ter todas essas bolsas lindas no armário. Aceitando esse detalhe, se pode conviver feliz com esse vício pelo resto da vida.

Com o passar do tempo, eu consegui adquirir alguns dos meus objetos de desejo, a maioria em viagens, mas por incrível que pareça não é impossível adquirir uma Vuitton no Brasil. A diferença de preço não é tão grande e ainda tem a vantagem de parcelar. Claro, que existem modelos absurdamente caros, mas os tradicionais e que trouxeram a marca de volta a “boca do povo” são mais “em conta”, se é que podemos usar essa expressão para os produtos da maison francesa..rs.

Vamos ao que interssa: minhas amadas. O primeiro modelo que comprei foi a Totally MM quando fui a NY. Já saí de casa sabendo o modelo que queria.

Muita gente não gosta da LV devido às falsificações, mas eu defendo de que se eu sei que minha bolsa é verdadeira, não me importo se tem um milhão de mulheres usando falsificadas. O problema é delas, e eu me sinto arrasando com a minha original. Pelo menos é assim que penso. Talvez por pensar assim, é que uma das estampas que mais gosto é a tradicional, Monogram Canvas, mesmo sendo a mais copiada.

lvma1Olhem que gracinha o enfeite de oncinha…

Depois dessa tive uma fase “pé na jaca” e comprei a Speedy 30 no monograma Mini Lin e a Neverfull MM no monograma damier azur, perfeita para o verão. Fofuras da mamãe…

lvma2A Neverfull também ganhou um mimo.

Ganhei de presente do meu marido a Sunset BLVD, da linha Monogram Vernis quando estávamos em Cancún (já dei as dicas da viagem aqui). Essa eu uso pouco, pois não é para o dia a dia, é um coringa no armário para os dias de festa.

lvma3

A última aquisição foi na loja de Brasília. Apesar de gostar de todas, a Montorgueil é perfeita. Se eu não me cuidar uso só essa, pois além de linda, é muito prática. Tem a forma e tamanho perfeitos! Sou apaixonada por ela. Essa é a média, mas existe a grande também.

lvma4Essas são as lindas que guardo comigo!
Mas, uma viciada que se preze, sempre está pensando na próxima. Então, apresento meu desejo atual: Stellar GM.

lvma5

Mas essa é só para olhar ($$$)!

Agora eu quero saber:  Gostaram do meu vício? E qual o vício de vocês?

Related Posts with Thumbnails